30 de mar de 2013

Partilha - Momento único, abençoado, PARTILHA na VIDA ESCOLAR

Partilha na VIDA ESCOLAR
*
O encontro com Deus Amor envolve não só o coração, mas também o intelecto:
«O reconhecimento do Deus vivo é um caminho para o amor, e o sim da nossa vontade à d’Ele une intelecto, vontade e sentimento no acto globalizante do amor. Mas isto é um processo que permanece continuamente a caminho: o amor nunca está "concluído" e completado» (ibid., 17). Papa Bento XIV
Da partilha deste Pão nasce e se renova a capacidade de compartilhar também a vida e os bens, de levar os pesos uns dos outros, de ser hospitaleiros e acolhedores.

Momento único, abençoado, de grande emoção, celebrar a Vida.
EMEF.General Newton Reis - 3º ano E
EE.Força Aérea Brasileira - 4º ano A
*
“Não pode faltar a Palavra, não pode faltar-nos o Pão, não pode faltar compromisso, a quem quer um mundo de irmãos.
Teu pão, ó Senhor, nos sustenta, na luta de um mundo melhor. ..."Ir. Marlene Bertoldi
*
3º ano E " Newton Reis"

4º ano A " Força Aérea Brasileira"

Após as atividades da Páscoa,
pesquisas, leituras, produções,
confecção de coelhinhos, símbolos da Páscoa,
diálogo, a roda de conversa sobre Páscoa, Partilha,
 o produto final : A PARTILHA na VIDA ESCOLAR.



“Não pode faltar a Palavra, não pode faltar-nos o Pão, não pode faltar compromisso, a quem quer um mundo de irmãos.


Oração de todos os dias
Meu anjinho protetor
Guardai-me por todas as noites
E por mais esse dia.
Que o meu corpo não seja machucado
E as minhas tarefas saiam bem feitinhas.
Meu anjinho eu te peço,
Somente o seu amor,
Ao lado dos meus amigos,
dos professores
e dos meus familiares.
Obrigado Papai do céu por mais esse dia
e por todos os dias.
Amém!
*
Partilhe o bem,
sem olhar a quem.
Partilhe o vinho,
amplie o seu carinho.

A MESA DO PÃO


Na última ceia, Jesus de Nazaré quis dar um lugar privilegiado ao corpo: “Tomai e comei: Isto é o meu corpo” (Mc 14, 22; Mt 26, 20); “Tomai e bebei: este é o cálice do meu sangue”. Estes gestos eucarísticos são a expressão máxima da vida de Jesus. Toda sua vida foi uma entrega radical de amor, na mais plena gratuidade. A vida toda de Jesus foi eucaristia: partilhou o pão com a multidão faminta (Mc 8,1-10), teve compaixão, identificou-se com os pobres, com os pequenos, encontrou-se com uma variedade de rostos e “amou a todos até o fim” (Jo 13, 1).
A mesa do Pão é força na caminhada do povo. Torna-se comunhão, isto é, plena união entre Jesus e as pessoas. É energia de vida cuja fonte é o próprio Deus que se dá em alimento.
A comunidade se encontra na mesa do Pão. Celebra a vida, partilha alegrias, sofrimentos... reforça o sentido da solidariedade...
O sonho de Jesus era fazer uma humanidade eucarística, isto é, que o grande sacramento fosse a partilha. Ele mesmo foi reconhecido pelos seus discípulos na partilha do pão. Todo cristão e cristã será verdadeira-mente seguidor de Jesus quando se transformar em eucaristia partilhada.
Jesus é o pão da vida. “Quem vem até ele nunca mais tem fome e o que nele crê nunca mais tem sede”
(Jo 6, 34).
Podemos cantar para tomar consciência do grande mistério eucarístico e do compromisso que nos propõe:
“Não pode faltar a Palavra, não pode faltar-nos o Pão, não pode faltar compromisso, a quem quer um mundo de irmãos.
Teu pão, ó Senhor, nos sustenta, na luta de um mundo melhor. O teu Evangelho transforma! Tu és nosso Deus Salvador!”  Ir. Marlene Bertoldi


http://www.pime.org.br/catequese/cateqmjdineucaris2.htm

3º ano E

4º ano A

Nenhum comentário: